Funcionário da prefeitura de Salvador, desviava verbas destinadas a auxílios para os desabrigados, desvios chegam de R$ 100 mil

Do G1 BA

Um funcionário da prefeitura de Salvador foi preso na manhã desta sexta-feira (25) suspeito de desviar mais de R$ 100 mil destinados a auxílios para os desabrigados vítimas das chuvas. De acordo com informações da Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap), o caso foi denunciado pela própria prefeitura.

Segundo a polícia, o nome do suspeito é Thiago Santos Lima e ele vai responder pelo crime de peculato e deve ser transferido para um presídio.

Um homem suspeito de colaborar com a fraude está na delegacia nesta sexta-feira (25) para prestar depoimento e será liberado em seguida.

Segundo a polícia, Santos trabalhava no Fundo Municipal de Assistência Social, vinculado à Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps).

A investigação aponta que o homem suspeito de ser comparsa era responsável por conseguir pessoas para se cadastrarem como beneficários, para então desviar os recursos. A polícia encontrou com o funcionário R$ 68 mil em dinheiro.

De acordo com a delegacia, as investigações ainda não foram concluídas. A prisão do funcionário fez parte da “Operação Chuva”, deflagrada pela Dececap, sob comando da delegada Ana Karina Guerra.

O secretário da Semps, Bruno Reis, informou ao G1 que auditoria interna detectou que, dentre os beneficiados, existiam nove pessoas que receberam três salários mínimos nos meses de maio, de junho e de julho.

“Eu achei estranho, separei os nomes, fizemos as pesquisas e então detectamos que os nove têm relação com o funcionário. Quando identificamos isso, fomos até a polícia e entregamos o ofício com as imagens do Facebook, do Instagram [que comprovavam a relação]. A delegada nos instruiu a não mudar a rotina, instaurou o inquérito e efetuou a prisão”, explicou o secretário.

Segundo a Semps, Thiago Santos Lima era o responsável pela gestão do fundo até o mês de abril deste ano, contratado em cargo comissionado. Em abril, ele foi exonerado e se tornou a pessoa responsável por lançar os benefícios no sistema, como terceirizado. “Ninguém imaginava que ele tinha desvio de conduta. Ele era bem avaliado tecnicamente”, disse.

http://g1.globo.com/bahia/noticia/2015/09/funcionario-da-prefeitura-e-preso-por-desvio-de-r-100-mil-em-salvador.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: