A corrupção chega ao leite no RS

Cinco empresas de latícinios são interditadas por ações da Leite Compen$ado

Desde ínicio da operação, foram ajuizadas 55 ações coletivas contra indústrias, postos de resfriamento e transportadores

Desde ínicio da operação, foram ajuizadas 55 ações coletivas contra indústrias, postos de resfriamento e transportadores | Foto: Marjulie Martini / Especial / CP Memória

 Foto: Marjulie Martini / Especial / CP Memória

Desde ínicio da operação, foram ajuizadas 55 ações coletivas contra indústrias, postos de resfriamento e transportadores.

A Justiça determinou a interdição de atividades envolvendo cinco empresas de laticínios após ações ajuizadas pela Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Consumidor, dentro da Operação Leite Compen$ado. A decisão, publicada nesta sexta-feira, envolve empresas de São Pedro da Serra, Antônio Prado e Sede Nova.

Em relação aos Laticínios Roesler Ltda. e Campestre Ltda., de São Pedro da Serra, foram determinadas a interdição judicial das atividades e a imediata proibição de utilização de outros locais de armazenamento, produção e comercialização de produtos lácteos. Também foi proibida a produção e venda de produtos de origem animal em contrariedade a normas de higiene e sem as devidas licenças. A Justiça também determinou a suspensão do recebimento de produtos do posto de resfriamento, do transportador e do produtor, além do afastamento dos sigilos fiscal e bancário. Os bens da empresa e dos sócios foram indisponibilizados para garantir a indenização aos consumidores.

Já os sócios da Latteria Alimentos Ltda., de Antônio Prado, tiveram decretada a quebra do sigilo bancário e a indisponibilidade de bens móveis e imóveis. A Justiça também determinou o afastamento do sigilo fiscal e a suspensão imediata das atividades, além de ter proibido a utilização de qualquer local como depósito clandestino para recebimento, armazenamento, industrialização e comercialização de produtos lácteos.

Por fim, as empresas Comércio de Laticínios Mallmann Ltda. e a Transportadora Dois Irmãos Mallmann Ltda., de Sede Nova, estão impedidas de produzir ou fornecer produtos lácteos que não atendam às normas legais. A Justiça decretou a quebra do sigilo bancário e a indisponibilidade dos veículos das empresas.

As ações foram ajuizadas pela Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Consumidor, conjuntamente com as Promotorias de Justiça de Montenegro, Antônio Prado e de Campo Novo. Desde o início da Operação Leite Compen$ado, em 2013, já foram ajuizadas 55 ações coletivas de consumo contra indústrias, postos de resfriamento e transportadores.

Fonte: Correio do povo http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Geral/2016/09/596771/Cinco-empresas-de-laticinios-sao-interditadas-por-acoes-da-Leite-Compenado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: