Arquivo de agosto, 2009

47 milhões é o que custou fazenda comprada por Filho de Lula

Posted in Lista de escandalos on agosto 19, 2009 by gusbrum

“Neste país, quem detém o poder político e econômico pode tudo. Esse poder é extensivo aos parentes, amigos e agregados. A prova disso é que o filho do presidente Lula, o Lulinha, que há 5 anos era subempregado do zoológico em São Paulo, agora é o mais novo milionário do Brasil, graças ao papai presidente.

Lulinha, que ultimamente foi flagrado envolvido em transações milionárias com operadoras telefônicas, acaba de se tornar o mais novo latifundiário do país. Acabou de comprar a fazenda Fortaleza (de porteira fechada), localizada às margens da rodovia Marechal Rondon, município de Valparaíso-SP, de propriedade do Sr. José Carlos Prata Cunha, um dos maiores produtores de boi Nelore do Brasil, pela simples bagatela de R$ 47.000.000,00 (quarenta e sete milhões de reais).

Ninguém é proibido de prosperar, de enriquecer ou de se tornar fazendeiro, mas gostaria de saber como em menos de cinco anos isso é possível honestamente e sem usar influência política de papai ou negociatas clandestinas. E o que é pior, gostaria de saber como um filho de presidente de uma República que é uma das 15 potencias econômicas do mundo consegue, da noite para o dia, virar milionário, sem que a imprensa nada divulgue, investigue ou denuncie.

Na minha santa ingenuidade de professor que ainda acredita que a ética, o respeito à coisa pública e às leis desse país ainda é possível, gostaria apenas de perguntar ao Lulinha como é que ele arrumou essa grana toda? Qual é a receita para ficar milionário tão rapidamente? Será que é simplesmente uma questão de inteligência? Será que ele é um novo Bil Gates, criou de repente algum produto inovador e desejado pelo capitalismo brasileiro, ou será que o seu fantástico patrimônio, hoje, foi fruto apenas do trabalho honesto, duro, responsável. Gostaria muito de saber como uma pessoa que tinha o salário mensal de R$ 1.500,00 fez ‘economias’ e chegou aos 47 milhões gastos na compra de uma “fazendinha” de alguns milhares de hectares?

Papai Lulão deve ter muito orgulho do filhinho pródigo que consegue de repente virar aplicador na bolsa de valores, realizar negócios no valor de milhões de dólares com grupos multinacionais, comprar fazenda e se destacar no mundo dos negócios. Afinal, isso mostra que filho de peixe peixinho é!

E o mais interessante é que tudo indica que Lulinha agora irá aproveitar a crise de alimentos do mundo para virar um grande exportador de alimentos, pois, segundo informações veiculadas na Internet, sua “fazendinha” já recebeu Certificado de Exportação para a Europa. Deve ser por isso que, à boca pequena, já há o boato de que Lulinha também quer investir no agronegócio da região amazônica.

Num país de banguelas, de dengue hemorrágica e falta de qualidade de vida, é admirável o quanto “ser filho do rei” é benéfico para a inteligência e para o bolso de alguns. Para nós, que não tivemos essa sorte, só resta trabalhar 60 horas por semana e torcer para que a crise econômica mundial não nos caia na cabeça.

No mais, a única certeza é que a solução para combater a corrupção e pôr fim a toda essa situação de desmando, abuso de poder, engodo da nação é arregaçar as mangas e denunciar e lutar para que haja mudanças políticas urgentes. A consciência cidadã e a luta dos que vivem de seu suor e trabalho, não podendo contar com o poder político e econômico que tudo pode, é a única alternativa.

Nenhum poder é para sempre. Por mais que dure, um dia ele chega ao fim. E aí talvez finalmente todos nós saibamos os crimes que se cometeram em nome do povo. Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós.

Paulo Henrique Costa Mattos é professor de Sociologia da UNIRG.”