Arquivo para julho, 2009

R$ 500 mil doados pela Petrobrás são desviados de empresas fantasmas de Sarney

Posted in Lista de escandalos on julho 10, 2009 by gusbrum

Do total de R$ 1,3 milhão repassado pela estatal, pelo menos R$ 500 mil foram parar em contas de empresas prestadoras de serviço com endereços fictícios em São Luís (MA) e até em uma conta paralela que nada tem a ver com o projeto. Uma parcela do dinheiro, R$ 30 mil, foi para a TV Mirante e duas emissoras de rádio, a Mirante AM e a Mirante FM, de propriedade da família Sarney, a título de veiculação de comerciais sobre o projeto fictício.

A verba foi transferida em 2005, após ato solene com a participação de Sarney e do presidente da Petrobrás, José Sérgio Gabrielli. A Petrobrás repassou o dinheiro à Fundação Sarney pela Lei Rouanet, que garante incentivos fiscais às empresas que aceitam investir em projetos culturais. Mas esse caso foi uma exceção. Apenas 20% dos projetos aprovados conseguem captar recursos.

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090709/not_imp400045,0.php

Anúncios

R$ 150 milhões estariam em Nova York, na fraude do Toto Bola

Posted in Lista de escandalos on julho 3, 2009 by gusbrum

O delegado Sérgio Sirino, do Núcleo de Repressão aos Crimes Econômicos (Nurce), ouviu no Rio Grande do Sul o depoimento do argentino Carlos Zicavo, ex-sócio do Totobola, e de Geraldo Carvalho, ex-gerente do Totobola no Brasil. Os dois reafirmaram a possibilidade de fraude nos resultados do jogo Totobola e as denúncias contra Mário Alberto Charles, atual dono do jogo. Segundo o delegado Sirino, a polícia tem agora uma pista para descobrir o destino dos R$ 150 milhões arrecadados com o Totobola em todo o Brasil.

Segundo os depoentes, o dinheiro teria saído do estado gaúcho e estaria aplicado em ações na Bolsa de Valores de Nova York. “Como evasão de divisas é um crime federal, a investigação dessa denúncia é de responsabilidade das instituições judiciais da União. Mas a declaração mostra como o esquema é complexo”, disse o delegado. O Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul está investigando as remessas de dinheiro ao exterior.

Os ex-funcionários da loteria explicaram ainda como funcionava o esquema de sonegação de impostos por parte do Totobola. De acordo com as denúncias, Mário Alberto Charles criou várias empresas para gerir o negócio. Todo o dinheiro conseguido com a venda de cartelas e prêmios da loteria poderia ser repartido entre estas empresas que funcionavam como “laranjas”. Desta maneira, Charles poderia se beneficiar da Lei do Lucro Presumido, escapando de pagar os impostos, que se acumulariam se mantivesse apenas uma empresa. “Isto mostra como o crime econômico está sofisticado”, completou Sirino.

Os ex-participantes do esquema Totobola trouxeram também outros nomes para serem investigados. Segundo os depoimentos, os principais envolvidos com a suposta fraude no Paraná seriam, além do atual dono do Totobola, o advogado da empresa e a namorada de Mário Alberto Charles, Silvana de Lucca, que estaria na Argentina.

 

http://www.parana-online.com.br/editoria/pais/news/81986/

 

R$ 4 milhões é o valor da casa que Sarney ocultou da Justiça Eleitoral

Posted in Lista de escandalos on julho 3, 2009 by gusbrum

BRASÍLIA – O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), ocultou da Justiça Eleitoral a propriedade da casa avaliada em R$ 4 milhões onde mora, na Península dos Ministros, área mais nobre do Lago Sul de Brasília. De acordo com documentos de cartório, o parlamentar comprou a casa do banqueiro Joseph Safra em 1997 por meio de um contrato de gaveta. Em nenhuma das duas eleições disputadas por ele depois da compra – 1998 e 2006 – o imóvel foi incluído nas declarações de bens apresentadas à Justiça Eleitoral.

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,sarney-oculta-da-justica-eleitoral-casa-de-r-4-milhoes,396998,0.htm